Todo dia 8 de Março é a mesma história: nos presenteiam com rosas e bombons, falam que merecemos ser tratadas como uma flor, pois somos muito delicadas e exaltam a nossa existência. O resto do ano (e, em muitos casos, também no dia 8), porém, temos que arregaçar as mangas e passar por cima de assédios diários, agressões físicas e psicológicas, invisibilização e silenciamento, mansplaining e demais violações dos nossos direitos.

Mas fique calma! Nem toda homenagem neste dia precisa ser assim. O que nós do Séries Por Elas resolvemos te dar de presente neste marco de luta, mulher, é uma lista cheia de outras mulheres corajosas, maravilhosas, cheias de poder e donas de suas histórias para você se inspirar.

E o melhor? Todas as séries indicadas estão disponíveis no catálogo brasileiro da Netflix. Aproveita e manda esse link pro boy e fala pra ele que isso que é presente bom! 🙂

Partiu?

Marvel’s Jessica Jones

A nossa heroína preferida está de volta e não é coincidência que esse retorno, após mais de dois anos de espera, aconteça justamente no Dia das Mulheres. Jessica Jones é o tipo de representatividade que nós queremos ver nas telinhas: mesmo cortando um dobrado para lidar com as amarguras de ser mulher em uma sociedade machista, ela não perde a força e segue lutando contra seu inimigo que, adivinha, é um homem abusivo. A série merece ser vista neste dia 8 de março para que você não se esqueça que também é uma super heroína!

 

Ela quer tudo

Ela Quer Tudo é uma série leve, com apenas 10 episódios, que, não se deixe levar pela publicidade: não é sobre os romances de Nola Darling. É sobre a Nola Darling. Muitas vezes somos definidas por nossos relacionamentos e isso é a última coisa que queremos te dar de presente neste dia de luta tão importante. Você merece assistir a série porque é uma mulher livre e quer mais que todas as outras mulheres também sejam, independente disso significar estar dentro ou fora dos padrões vigentes.

 

One Day at a Time

https://www.youtube.com/watch?v=lThjce3buhQ

 

One Day at a Time é uma sitcom maravilhosa sobre uma família cubana-americana vivendo nos Estados Unidos liderada por Penelope, uma veterana de guerra, e por sua mãe, Lydia. A série aborda temos como o machismo, a depressão, o silenciamento feminino, a disparidade salarial entre os gêneros, a homossexualidade, a xenofobia com um humor responsável e difícil de encontrar em outras comédias do gênero. Você merece assisti-la porque vai se apaixonar pelas três mulheres que compõem essa família, cada uma à sua maneira, e vai adorar a leveza com quem temas tão pesados são abordados por essa narrativa cativante.

Drop Dead Diva

 

Deb (Brooke D’Orsay) é uma linda, superficial e egocêntrica aspirante a modelo que sofre um acidente de carro fatal e fica cara a cara com o porteiro do paraíso. Uma reviravolta acaba fazendo com que ela retorne à vida, só que reencarnada no corpo de Jane Bingum, uma advogada competente, linda e… gorda! Drop Dead Diva é incrível porque não fica por muito tempo batendo na tecla da não aceitação do novo corpo. Após o susto inicial, Jane já percebe a crueldade que é ser uma mulher gorda em um mundo em que o corpo magro é o padrão de beleza vigente e trata de recompor sua autoestima. Vale demais a pena assistir!

Unbreakable Kimmy Schimidt

https://www.youtube.com/watch?v=5GjMKia7J2E

Kimmy é mesmo uma mulher inquebrável! Ela foi mantida por um homem (óbvio!) durante 15 anos isolada em um cativeiro junto com outras três garotas, acreditando que era uma das únicas sobreviventes de um apocalipse que dizimou a Terra. Após descobrir que estava sendo enganada, ela se muda para Nova York, faz novos amigos e inicia um processo de descoberta do mundo. Você vai amar vê-la desbravando esse mundo louco com sua maneira peculiar e um tanto quando nonsense de existir.

 

The Good Place

Ao morrer, Eleanor é levada para The Good Place, ou seja ‘o lugar bom’ por engano. Lá, ela se dá conta de que não foi uma boa pessoa durante a vida na terra. Acreditando poder mudar seu comportamento, ela precisa descobrir o que significa ser uma boa pessoa (ou pelo menos, uma pessoa melhor), junto dos novos amigos que fez no lugar. Acompanhar a mudança da personagem somado aos cômicos eventos que acontecem neste bom lugar é uma delícia e, com certeza, vai deixar o seu dia mais leve e engraçado.

 

Chewing Gum

Chewing Gum mostra as aventuras de Tracey Gordon, uma excêntrica jovem virgem de 24 anos que quer a todo custo perder sua virgindade, mas acontece que essa não é uma tarefa tão fácil quanto aparenta. A protagonista da história é engraçadíssima e se envolve em cada enrascada, que logo você você percebe que sua maior qualidade (e que a torna mais vulnerável) é a ingenuidade.

 

Grace and Frankie

Grace e Frankie tinham suas vidas todas no prumo quando, de repente, uma descoberta em comum muda o futuro das duas. Após o período de susto e de readequação da vida, essas duas mulheres incríveis descobrem que são donas de suas histórias, que despeito do que pensam podem ser produtivas e que merecem ser feliz em qualquer etapa de suas vidas.   Você merece acompanhar essa história porque é revigorante ver a força que uma amizade entre mulheres têm.

Curtiu as indicações? Então corre para começar sua maratona. Quer indicar alguma série também? É só deixar nos comentários! 😉